quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Liberdade - seletiva e conveniente - de expressão

O caso da peregrinação da pobre coitada agente cubana da CIA blogueira cubana fez com que todos os grandes defensores da liberdade - seletiva e conveniente - de expressão do Instituto Millenium e afiliados saíssem de suas tocas e se pusessem prontamente a socorrer a referida anticastrista. 

Em nome, claro, da pluralidade de ideias que não existe na demoníaca ditadura de Cuba. 



Mas houve igualmente um levante de terroristas - nas palavras da Madretereza da geração "Y" - que impediram, aqui no Brasil, seu legítimo direito de expressão.

Esses dinossauros da guerra fria! Órfãos do muro de Berlim! 

A questão não poderia ser mais simples, não é, caro leitor?!

E convenhamos: o direito à livre expressão, acima de tudo!

Abaixo o pensamento único!

Abaixo o controle das ideias!

Abaixo o monopólio ideológico!

Abaixo o monopólio dos meios de comunicação!

Ops. . . 

Aí não dá! 

Aí não é bom pros negócios. . . Aí o patrão não deixa! 

Ok, finjamos não existir as quatro linhas acima, e retornemos às palavras de ordem:

Abaixo o controle do governo sobre a mídia! (Assim soa melhor. . .)

Abaixo o secretismo de ações que deveriam ser transparentes.

Viva a geração Y!

Viva a blogosfera independente e mundialmente atuante!

- -  com a ressalva dos malvados blogueiros sujos do Brasil. Mas isso é outra história - -

Viva a blogosfera e a transparência das informações!

Viva o Wikileaks.


Ops! Lascou de novo!

Aí complica o patrão do patrão. . .

Aí prejudica o Tio San. . .

E a casa (branca) cai! 

_______________________
_______________________

E aí, carapálida, vamos discutir liberdade de expressão???

Precisamos, sim, ter respostas sobre quem financia a Yoani. 

Tanto como sobre quem financia o Assange.

É fato que a Yoani é mero peão de uma briga que a excede. E que ela se beneficia enquanto pode da situação. Voltou da Suiça para Cuba não foi por falta de xampu e escovas de dente, foi???

Yoani junto de Caiado e Bolsonaro, notórios paladinos da liberdade e da diversidade!


E é no mínimo intrigante - pra dizer de cima do muro, postura que tem funcionado pra Marina - que o mesmo conglomerado midiático que mitifica a blogueira cubana cercea a liberdade de expressão aqui no Brasil.

Hoje saiu a condenação em SP do Blog Falha de São Paulo, paródia do panfleto dos Frias. (Informações aqui)

Ah, mas a decisão foi nos termos da lei, dirá algum acometido de direitose aguda.

Sim, foi nos termos da lei. Depois de um sufoco processual insustentável contra dois jornalistas. 

É a judicialização da política - e do direito de expressão - em marcha. 

E como tal é indubitavelmente injusta.

E contraditória se vista à luz da ideologia pregada pelo referido "jornal" e pelo Instituto que acolhe de braços abertos a blogueira insular.

Outras questões não são de somenos. 

O bloqueio desumano em nome dos direitos humanos. . .

O tabu em torno de Guantânamo.

O assassinato da reputação do Assange que, de tão bem feito, parece até que foi orquestrado pelo Serra.

Sim, porque ele é o demônio, enquanto a Yoani, se bobear, é a própria definição da bondade insuspeita. 

E um viva à coerência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário