quinta-feira, 5 de maio de 2011

Vale a pena reclamar!


Há algumas pessoas que, na jornada, conhecemos e que tornam-se para nós fonte de inspiração.

No meu caso, uma delas é a Eline Garcia (não é minha parente, até onde sabemos. . .), que além de me ensinar francês (ou tentar bravamente. . .) é uma ativista em prol dos direitos dos animais.

E chata como toda ativista deve ser (dois être??? a besoin d'être???).

Hoje recebo um email dela, que tomo a liberdade de retransmitir aqui, mas na ordem cronológica correta.

Deixem comentários. . .


1. O motivo da indignação:
















2. A mensagem da Eline:

Srs.

Escrevo para manifestar meu repúdio à campanha intitulada “Temporada de caça ao estilo”. Peças publicitárias exibindo animais mortos em caça (mesmo que se trate de uma simulação), bem como a exibição das armas de fogo são de extremo mau gosto e transmitem valores que gostaria de ver banidos, como a violência, a crueldade, o desrespeito à vida. A cada dia cresce a consciência sobre o valor da vida animal, seus direitos e o respeito devido a eles, porém os srs. dão este péssimo exemplo à população, alçando a covarde e execrável “caça” à condição de símbolo positivo de status e, pior, usando isto como inspiração para fazer moda. Que valores os senhores acham que estão difundindo?

Solicito que a campanha seja imediatamente encerrada e as peças retiradas do site e de outros veículos onde estejam sendo exibidas.

Eline J Garcia

3. A resposta da empresa

Caro consumidor,

Obrigado pelo seu contato e pela sua critica. Valorizamos o diálogo, as diferentes opiniões e acreditamos na transparência como forma de manter uma boa relação com nossos clientes e com a sociedade em geral. Portanto, gostaria de esclarecer que o tema da caça não foi escolhido com o intuito de fazer qualquer apologia aos maus tratos com animais, tampouco incitar a violência. Nossa intenção foi fazer uma referência de estilo. Mas entendemos que as pessoas têm diferentes visões e interpretações e nos desculpamos por qualquer ofensa que tenhamos cometido. As fotos foram retiradas do site e o catálogo já está fora de circulação. Também gostaria de deixar claro que a Capitollium não comercializa peças com peles de animais silvestres. As estolas de raposa que aparecem na foto são da marca Dior, tem mais de 50 anos, e foram emprestadas de brechós. A Capitollium é uma empresa que respeita o meio ambiente e os direitos dos animais.

Atensiosamente,

Equipe Capitollium

_______________________________________
_______________________________________

É, vale a pena reclamar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário