sexta-feira, 8 de abril de 2011

O desejo secreto de Bolsonaro

Caros,

creio que todos vocês já assistiram o filme Beleza Americana. 

Não farei aqui comentários acerca do pertencimento deste ao circuito hollywoodiano de besteirois, ou não.

O que me vale aqui é a personagem vivida por Chris Cooper, o Coronel Frank Fitts.

Ele é o estereótipo do doutrinado militar.

Rígido e austero como um estoico.

Um que deixaria Zenão, Epiteto e Marco Aurélio com uma pontinha inconfessável de inveja.

Como resultado de seu "fundamentalismo", o Coronel Fitts faz da sua esposa um vegetal e de  seu filho um desajustado social, que trafica secretamente e burla os métodos (falhos) de controle de seu pai.

E isso é um sintoma de que a relação pai-filho é, nesse caso, das mais . . . hmmm. . . do tipo clássico mando-obediência.

Até que o pai suspeita que o filho esteja se prostituindo com seu vizinho, o protagonista vivido por Kevin Spacey. 

A reação do pai pode ser vista no video acima a partir do primeiro minuto.


E é a mais esperada e "natural", dado o que acima dissemos a respeito do referido Coronel.

O que surpreende é o que acontece no sexto minuto do video: nosso estoico de repente sai do armário e tem um lapso "epicurista", no sentido errado, mas mais conhecido do termo.

É aqui, impaciente leitor, que encontramos o desejo secreto de nosso escroto digníssimo deputado Bolsonaro, que, diga-se de passagem, tem a mesma formação militar - estoica - da personagem que ora assistimos. 

E o fundamentalismo do nosso boçal nobre deputado é temperado com convicções cristãs - distorcidas, claro - que dão uma coloração ainda mais idiossincrática às suas declarações. 

Lembram-se de ele ter "recomendado" a porrada como meio de "curar" um filho que "esteja virando "gayzinho"??? 

Será que ele mesmo apanhou muito?

Será que tem mesmo é vontade de apanhar? 

Não que eu esteja incitando agressão física ao deputado. Longe de mim!

Mas de repente ele gosta de um lance mais . . . sado-maso. E eu não estou aqui para recriminar os desejos do deputado. . . Isso é com ele. . .

E Freud explica. 

Apesar de que eu suspeito mesmo é de esquizofrenia. . . no popular, cuca-rachada.

E isso nos aproxima do atirador que esta quinta-feira abriu fogo numa escola no Rio.

Outro fundamentalista - e, pasmem! não é muçulmano! 

Isso deve ter chocado muitos, não?!

Afinal, os desarrazoados são só os muçulmanos, homens-bomba. 

Os cristãos não.

Enfim. . . o que não se percebe é que, para voltarmos ao vergonhoso representante de nosso congresso, o fundamentalismo está num como noutro. 

E talvez mais: o pseudo-esclarecimento do deputado é certamente o que estimula jovens mais cabeça-fraca, cooptados facilmente por extremistas recalcados e com desejos secretos, tal como nosso deputado Fitts Bolsonaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário